APOSTAS DESPORTIVAS & CASINOS

ENTRAR E JOGAR

Espanha exibe-se com a Croácia, Itália e Suíça também ganham

Iniciado por Admin, Junho 16, 2024, 02:18:02

Tópico anterior - Tópico seguinte

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

A Espanha foi a grande protagonista do segundo dia do Campeonato da Europa de futebol de 2024, na Alemanha, ao bater a Croácia, 'medalhada' nos dois últimos mundiais, por esclarecedores 3-0, em Berlim.

Campeã em 1964, 2008 e 2012, a formação comandada por Luis de la Fuente dominou por completo os croatas, decidindo o encontro ainda na primeira parte, período em que conseguiu os três golos.

O 'capitão' Álvaro Morata inaugurou o marcador, aos 29 minutos, apontando o seu sétimo tento em Europeus, para saltar para o terceiro lugar da história da prova, e Fabián Ruiz, após assistir para o primeiro, marcou o segundo, com classe, aos 32.

A Croácia ainda tentou reentrar no jogo, mas não o conseguiu e a Espanha acabou por, praticamente, sentenciar o encontro já nos descontos da primeira parte (45+2), com um tento do campeão europeu Carvajal, servido pelo 'menino' Lamine Yamal, que se tornou o mais jovem a atuar em Europeus, com 16 anos e 338 dias.

Os espanhóis dominaram, depois, a segunda parte, na qual se destacou Unai Simón, ao parar um penálti a Bruno Petkovic, já aos 80 minutos, e assumiram o comando do Grupo B, com os mesmos três pontos da Itália, que bateu a Albânia por 2-1.

Para espanto geral, os albaneses marcaram logo aos 23 segundos o golo mais rápido da história da prova, por intermédio de Nedim Bajrami, mas a Itália não demorou a "selar" a reviravolta, conseguindo-o com tentos de Alessandro Bastoni, aos 11 minutos, e Nicolò Barella, aos 16.

Depois, os italianos, mestres na 'especulação', foram gerindo com mestria o resultado, não se livraram, ainda assim, de um grande susto no final, quando, aos 90 minutos, Gianluigi Donnarumma parou com as costas um remate do isolado Rey Manaj.

Na segunda jornada, as equipas hoje derrotadas defrontam-se na quarta-feira, em Hamburgo, enquanto Espanha e Itália têm confronto marcado para quinta-feira, em Gelsenkirchen.

No primeiro jogo do dia, que fechou a ronda inaugural do Grupo A, a Suíça superiorizou-se à Hungria, vencendo por 3-1, num jogo que liderou desde os 12 minutos, quando Kwandwo Duah, avançado do Ludogorets, marcou, isolado por Michel Aebischer.

Em cima do intervalo, o médio do Bolonha voltou a estar em destaque no RheinEnergieStadion, desta vez ao marcar ele mesmo o segundo tento, aos 45 minutos.

Na segunda parte, os magiares ainda reduziram, aos 66 minutos, por intermédio de Barnabás Varga, mas, depois, raramente assustaram Yann Sommer e, aos 90+3, o suplente Breel Embolo, entrado aos 74, acabou em definitivo com o encontro.

A formação helvética, que procura ultrapassar pela terceira vez consecutiva a fase de grupos, segue no segundo lugar do Grupo A, com os mesmos três pontos da líder e anfitriã Alemanha, que na sexta-feira goleou a Escócia por 5-1, no jogo de abertura.